Mulheres devem estar atentas ao Cancêr do cólo do útero

Mulheres devem estar atentas ao Cancêr do cólo do útero

Esse tipo de câncer tem atingido muitas mulheres e o número de casos só aumenta. A prevenção é muito simples: basta fazer um exame ginecológico e se for detectado no início, há 100% de chance de cura.

É um tipo de câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode não ter sintomas.

Quais os sintomas do câncer de útero?

O quadro clínico de pacientes com câncer de colo do útero pode variar desde ausência de sintomas (tumor detectado no exame ginecológico periódico) até quadros de sangramento vaginal após a relação sexual, sangramento vaginal intermitente (sangra de vez em quando), secreção vaginal de odor fétido e dor abdominal associada com queixas urinárias ou intestinais (nos casos mais avançados da doença).

O que causa o câncer de útero?

  • Infecção pelo vírus Papiloma Humano (HPV). As mulheres portadoras desse vírus devem fazer exames mais frequentes com o seu ginecologista para detectar alterações sugestivas de lesões malignas ou pré-malignas. Esse vírus é uma das principais causas do câncer de útero.
  • Vários parceiros sexuais e a falta do uso de preservativo.
  • Má alimentação, fumo e falta de atividades físicas.
  • Primeira gestação precoce e vários partos.

Como prevenir-se do câncer de útero?

A prevenção do câncer de colo do útero passa por cuidados e informações sobre o uso de preservativos, a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e a orientação sexual, desestimulando a promiscuidade (vários parceiros).

Em nível secundário de prevenção, está o exame ginecológico periódico. Fazer o exame preventivo de câncer de colo do útero (Papanicolau) é a forma mais eficaz de diminuir a chance de ter esse tipo de câncer.

Papanicolau é um teste que examina as células coletadas do colo do útero. O objetivo do exame é detectar células cancerosas ou anormais. O exame pode também identificar condições não-cancerosas como infecção ou inflamação.

Toda mulher deve fazer o exame preventivo de câncer de colo do útero (Papanicolau) a partir da primeira relação sexual. Este exame deve ser feito anualmente ou, com menor frequência (conforme critério estabelecido pelo médico).

Como é feito o exame?

É feito por um profissional (ginecologista) no consultório. Durante o exame vaginal, antes do exame de toque, um aparelho chamado espéculo vaginal é introduzido na vagina para que o colo do útero seja mais facilmente visto. Com uma espátula, o médico coleta células do colo do útero e da vagina e as coloca numa lâmina de vidro. Essa lâmina com as células é examinada em um microscópio para que sejam identificadas anormalidades que possam sugerir que um câncer possa se desenvolver ou que já esteja presente.

A fim de garantir a eficácia dos resultados, a mulher deve evitar relações sexuais, uso de duchas ou medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas anteriores ao exame. Além disto, exame não deve ser feito no período menstrual, pois a presença de sangue pode alterar o resultado.

Se o primeiro resultado der negativo, a mulher deverá fazer novo exame preventivo em um ano. Se tiver um resultado negativo no ano anterior, o exame deverá ser repetido em 3 anos.

Como tratar o câncer de útero?

O tratamento das pacientes com esse câncer baseia-se na cirurgia, radioterapia e quimioterapia. O tratamento a ser realizado depende das condições clínicas da paciente, do tipo de tumor e de sua extensão. Quando o tumor é inicial, os resultados da cirurgia radical e da radioterapia são equivalentes.

O tratamento cirúrgico consiste na retirada do útero, porção superior da vagina e linfonodos pélvicos. Os ovários podem ser preservados nas pacientes jovens, dependendo do estágio do tumor: quanto mais avançado, mais extensa é a cirurgia.

Lembre-se a prevenção é o melhor remédio. Prevenir o aparecimento de câncer é promover ações sabidamente benéficas à saúde como um todo.

fonte: www.belezaesaude.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe:

Deixe um Comentário